A influência do esporte no rendimento escolar

Para muitos, o esporte representa um momento de descontração ou de competição, mas, para jovens e crianças, o esporte vai muito além disso.

O esporte ajuda no desempenho escolar. Jovens que outrora tinham dificuldades na aprendizagem e, consequentemente, suas notas eram baixas, com a prática esportiva puderam mudar esse quadro.

Referente a isso, o preparador físico e palestrante Nuno Cobra Ribeiro afirma que os jovens mais ativos demonstram mais disposição para as tarefas diárias e, como consequência, apresentam melhor saúde em relação aos sedentários.

A prática de esportes contribui para melhorar o relacionamento com colegas e professores, melhora a capacidade de leitura e resolução de cálculos, ativa a memória e a tomada de decisões, eles ficam mais atentos e comprometidos, e isso faz com que estejam mais preparados para lidar com organização das tarefas do dia a dia.

Durante a prática esportiva, o corpo produz mais serotonina e endorfina, neurotransmissores relacionados à sensação de bem-estar, que ajudam a combater a ansiedade e o estresse. Com isso, a memória e a capacidade de raciocínio lógico são ativados. Quem pratica atividade física também dorme e se alimenta melhor e isso reflete na capacidade de equilíbrio e concentração.

Cientistas britânicos realizaram uma pesquisa com quase cinco mil meninos e meninas de 11 anos. Durante uma semana, eles avaliaram o nível de atividade física com um aparelho de movimento. O resultado mostrou que crianças fisicamente mais ativas produzem melhores resultados em matemática, inglês e ciências. Além de proporcionar mais foco durante a realização das provas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *