Condução de bola no futebol

Após receber a bola, o aluno terá que fazer um passe ou uma condução de bola. Conduzir a bola é, depois de recebê-la, ter a habilidade de se movimentar dominando-a, com o objetivo de criar uma nova situação de jogo. O intuito dessa jogada é aproximar os adversários para então realizar um drible.

A condução de bola deve ser feita com:

– a parte interna do pé (condução mais lenta): é a condução mais utilizada no jogo, pois a bola fica sob o domínio do jogador, e ele pode conduzi-la alternando ambos os pés;

– o peito do pé (é mais rápida, mas pouco precisa): é a menos utilizada, pois é difícil manter a bola em movimento e sob domínio.

– a parte externa do pé (é a mais rápida e os movimentos são mais eficientes): também é muito utilizada, pois tem um deslocamento mais longo e rápido com o domínio de bola;

– a parte da sola do pé (é pouco utilizada): os jogadores geralmente não realizam esse tipo de condução por causa da dificuldade de locomoção, pois requer o movimento de levar a bola com a sola de um dos pés sem perder o seu domínio.

Alguns exercícios podem ser feitos para treinar a condução de bola:

1 – o aluno deve conduzir a bola em linha reta; ao sinal do professor, o aluno deve parar e trocar de pé.

2 – cada aluno deve ter uma bola em um espaço limitado, eles devem controlar e conduzir a bola, evitando os choques em outros alunos.

3 – um aluno leva a bola por um corredor em ziguezague, tocando a bola duas vezes (pé direito, pé esquerdo)

Teste esses exercícios com os seus alunos e você verá a diferença na condução de bola durante uma partida de futebol!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *